Marcado: curitiba

Tropical Banana: smoothie Onça Pintada

A pedido dos amigos falsos da academia de alguns leitores, hoje a dica é um pouco mais saudável (a gente consome muita coisa além de gordura trans, tá?). O smoothie do Tropical Banana é perfeito para os dias de calor, além de sustentar pra caramba (o equivalente a um lanche). O meu favorito é o Onça Pintada, feito com amora e morango, que é bem refrescante e um pouco azedinho.

Onça Pintada

Onça Pintada

Também já provei o Bem Te Vi, feito com laranja, morango e banana, que tem gostinho de chiclete e é indicado pra quem gosta de bebidas mais doces. O preço é meio cruel, R$9,90, o que me faz concluir: coisas saudáveis são sempre mais caras. 😦

Serviço
Tropical Banana
Lojas no Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina

Anúncios

New York Cafe: o melhor cheesecake da cidade

O New York Cafe é um lugar muito diferente na cidade, com uma decoração maravilhosa inspirada em Nova York, vários quadros e placas remetendo à cidade. Outra vantagem do lugar é a acessibilidade, com porta grande e mesas adaptadas para cadeirantes.

O café oferece pratos tipicamente americanos, como torta de carne, panqueca, bagel e cheesecake, além de uma grande variedade de cafés, saladas e sanduíches. Para quem quer um happy hour, o café também oferece porção de batata frita e vários rótulos de cerveja.

O preço do cheesecake não é muito convidativo, um pedaço com calda de frutas vermelhas custa quase 17 reais, mas é só provar para perceber o porquê. A base da massa é feita com castanhas, super diferente e saboroso. O pedaço é grande e a torta é muito cremosa, azedinha, dá água na boca só de lembrar! E a cobertura é doce, cheia de amoras, framboesas e morangos em cima. A combinação é perfeita e não existe cheesecake em Curitiba tão gostoso assim.

nyc

Além dessa maravilha ali em cima, eu também recomendo outras comidinhas do New York, como o bagel recheado de frango e o café com amaretto, uma combinação inusitada e muito gostosa. O preço no geral não é muito baixo, mas todas as comidas são muito boas , o atendimento é excelente e o ambiente é muito agradável, então vale a pena gastar um pouquinho a mais.

Serviço
New York Cafe
Rua XV de Novembro, 2916 – Alto da XV, Curitiba – PR
(41) 3077-6922
Terça a sábado das 12h às 22h e domingo das 14h às 20h.

Pizzaria Baggio

Antes que nos perguntem: o André Baggio , co-autor do blog, não é parente de ninguém da pizzaria e esse não é um publipost. Tendo esclarecido isso, vamos em frente.

Conheci a Baggio pequenininha, quando a pizzaria e eu éramos da Água Verde, e ela já se tornou tradição dentro da minha família. Um dos pontos altos é a cobertura, sempre farta e bem temperada (a exemplo da pizza de pepperoni com pimenta rosa, uma combinação infalível). A massa não é tão fininha, mas também está longe de ser massuda. O sabor que mais faz sucesso por aqui e o de presunto parma com parmesão e rúcula (metade superior da foto abaixo – a rúcula e o parmesão vem à parte). A outra metade da pizza é corn and bacon, muito gostosa também.

20130911-231636.jpg

E, abaixo, a minha do coração: milho com catupiry. Ela vem lotaaaaada de milho e o catupiry que eles usam é de qualidade, recomendo! Ao lado, a marguerita.

20130911-231656.jpg

A pizza não é muito barata, uma de 8 pedaços custa cerca de 50 reais, mas ela sustenta bastante e uns 2 pedaços são o suficiente pra alimentar uma pessoa “normal”. A única coisa ruim do delivery é que eles não entregam a pizza de 12 pedaços.

Vale ir em uma das unidades (a Baggio está presente em vários bairros) para conhecer a casa, que tem clima de cantina italiana e uma entrada sensacional (casquinhas de massa de pizza temperadas).

Serviço
Pizzaria Baggio
Rua Salustiano Cordeiro, 14 – Água Verde, Curitiba – PR
(41) 3244-7218
Diariamente das 18h às 23h30.

Coxinha da panificadora Esparta

O post de hoje é pra quem é fã de coxinha e mora e/ou trabalha perto do Pilarzinho ou Vista Alegre. Dia desses estava no bairro e fui lá experimentar a coxinha de frango com catupiry da panificadora Esparta. Ela é bem grandona e saborosa, apesar de não ser a melhor que eu já comi (Dois Corações e BomBocado ainda ocupam esse lugar no meu coração gordo), mas vale a visita pra quem está no bairro.

20130911-114528.jpg

A coxinha gigante custa cerca de 4 reais

Curiosamente, ao lado da panificadora tem um lugar que diz ser a melhor pizza de Curitiba, e outro na frente que promete servir a melhor castelinha de porco da cidade. Mas isso é assunto pra outro post!

Serviço
Panificadora Esparta
R. João Tschannerl, 1008 – Vista Alegre, Curitiba – PR
(41) 3338-9411

Kharina e o novo cardápio

Nos meus tempos de infância (há uns 10 anos), o Kharina era um ótimo lugar pra se fazer um lanche: preço bom, ambiente idem, comida gostosa e um cardápio tradicionalmente americano. Acontece que, com o passar do tempo, foram surgindo outras lanchonetes com o cardápio melhor, ambiente mais agradável e com o preço não muito diferente (não que esses lugares sejam baratos, mas é que o preço do Kharina aumentou ao longo do tempo). Resultado: não que a comida fosse ruim, mas simplesmente não compensava mais comer ali se logo ao lado tinha uma opção melhor.

Antes tarde do que nunca, a reformulação do lugar e do cardápio deu uma nova identidade ao lugar que já estava meio caído. Como boa gordinha, não pude deixar de ir conhecer o novo Kharina para saber se foi uma boa mudança ou não. É impossível chegar e não perceber a alteração: todas as mesas foram trocadas, uma espécie de madeira está em todo canto da lanchonete e até o público mudou, de um pessoal mais simples para os “nariz-em-pé” do Batel. O lugar está mais bonito, sem dúvidas.

O cardápio se divide em duas partes: o novo, com sanduíches mais “gourmet” (odeio essa expressão, vide post sobre a Giotto), e o antigo, com os clássicos da lanchonete. As novidades do cardápio incluem porções de frango, de nachos, de batata frita com maionese especial do Kharina e sanduíches com aquele pão meio francês, estilo o do Madero. Já o antigo tem os hambúrgueres mais famosos e alguns sanduíches abertos.

kharina

Eu optei pelo Kharina Cheddar Burger: pão “estilo Madero”, hambúrguer, creme de queijo cheddar, cebola caramelizada e bacon. O bacon é bem fritinho, crocante e saboroso. O cheddar é mais suave que o tradicional, lembra aqueles que vende no mercado junto com o requeijão, com a cor mais clara que o laranja berrante. O destaque ficou por conta da maionese especial com a batata frita, uma delícia!

kharina2

 Já o André escolheu um bem tradicional, o Hard Rock: pão “estilo Madero”, hambúrguer, queijo, alface, tomate e cebola crua. Ele é gostoso, mas por ser um sabor clássico ele não tem nada de extraordinário.

hardrock

Pedimos pra tomar um suco e um chopp (que vem meio congelado). No total, 26 dilmas por pessoa, um preço justo para um ambiente que recuperou sua dignidade.

Serviço 
Kharina
Rua Benjamin Lins, 851, Batel – Curitiba – PR
(41) 3029-1449
Segunda a sexta das 11h às 02h, sexta e sábado das 11h às 06h e domingo das 11h à 1h.

Giotto Pizzaria

Nos últimos tempos Curitiba tem sofrido com a síndrome da “gourmetização”. Explico: bares e restaurantes começaram a usar a palavra “gourmet” simplesmente para criar um suposto diferencial no produto e aumentar o preço em relação aos concorrentes. Muitas vezes o aumento no preço não condiz com a qualidade da comida, mas o caso da Giotto é diferente. Com o objetivo de oferecer uma pizza mais parecida com a italiana, a pizzaria na rua Carlos de Carvalho oferece uma comida diferente sem cobrar muito a mais por isso.

O espaço da pizzaria é clean, agradável. Uma das vantagens da Giotto é o cardápio de cervejas, super completo e com opções para todos os gostos. A pizza é preparada com farinha e tomate italianos, que faz toda a diferença no sabor. A massa é saborosa, crocante e com queijo parmesão ralado em cima, uma delícia!

IMG_3771-2

A Caprese (abaixo) é feita basicamente dos mesmos ingredientes da pizza Margherita: queijo mussarela, tomate e manjericão. Depois de ir ao forno é acrescentado um pedaço generoso de mussarela de buffala com molho pesto de azeitonas pretas por cima. O resultado são vários sabores numa mesma pizza e todos muito bem equilibrados.
IMG_3772-2

A pizza de cracóvia (salame típico de Prudentópolis, uma cidade aqui no Paraná), na foto abaixo, é sensacional e a Giotto é um dos poucos lugares em Curitiba que eu conheço que oferece esse sabor (a Venda Armazém e Boteco também tem mini pizza de cracóvia preparada no pão sírio, uma delícia). O salame é saboroso, mas sem ser tão forte como a calabresa. Outra boa opção na pizzaria é a Blumenau, com um salame de Santa Catarina.

IMG_3773-2

Mas o grande astro da noite, pelo menos pra mim, foi o calzone tradicional da casa. Fiquei com um pé atrás na hora de comer porque era de presunto e queijo e eu não gosto de presunto, mas resolvi dar uma chance e não me arrependi. O presunto é de qualidade, a massa é macia e tem bastante queijo, mas sem ser enjoativo. A borda é recheada com catupiry e coberta com gergelim, uma feliz combinação.

Para fechar a noite (como podem notar, pedimos quase o cardápio inteiro) experimentamos a pizza de chocolate e a de banana. A de chocolate é muito bonita, vem com baunilha, morango e kiwi. A massa é de chocolate e o sabor é bom, mas a de banana é mais gostosa. Cada pizza custa cerca de R$50,00 reais, um pouco mais caro que a maioria das pizzarias, mas vale a pena o gasto extra. E agora eles também entregam em casa.

Serviço
Giotto Pizzaria
Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 962, Batel – Curitiba – PR
(41) 3095-1066
Terça a quinta e domingo das 18h30 à 0h, sexta e sábado das 18h30 à 1h.

Confeitaria Holandesa

Hoje vou falar de um dos lugares mais gostosos pra ir tomar café em Curitiba: Confeitaria Holandesa. Fundada em 1988, a confeitaria é uma das mais tradicionais da cidade, e com razão. Todos os doces e salgados são muito saborosos e bem feitos.

Das últimas duas vezes que fui na Holandesa da rua Dr. Pedrosa peguei uma empadinha de frango (tentei variar um pouco, já que 99% das vezes peço coxinha com catupiry) e um folhado de morango com nata pra comer em casa. Eu adoro o ambiente da confeitaria, mas geralmente na correria não dá tempo de consumir lá.

empada-confeitaria-holandesa

Essa é a empadinha de massa podre, a clássica. Na confeitaria também vendem com massa folhada, que eu nunca provei. Pra quem gosta da massa bem macia, que derrete na boca, essa é a opção ideal. O queijo em cima dá um toque especial e o tempero do frango é suave sem deixar de ser saboroso. O tamanho também é bom, nem muito pequena, nem muito grande.

confeitaria-holandesa

 

O folhado é um deleite para os olhos: grande, bonito, cheio de morango e açúcar. O doce é gostoso, mas confesso que esperava mais, talvez por eu não ser muito fã de nata não tenha me agradado tanto. A massa é uma delícia, mas com todo bom folhado se desmancha em mil farelinhos já na primeira mordida. Minha vó provou e comentou do excesso de gordura vegetal na nata, o que eu não senti. Resumindo, é bom, mas existem doces mais gostosos na Holandesa, como o madrileno.

Dessa vez não anotei o preço, mas geralmente os doces e salgados giram em torno de seis reais. Um bom preço, considerando que o tamanho é sempre generoso e a comida é de qualidade. A confeitaria aceita encomendas e tem delivery de domingo a domingo.

Serviço
Confeitaria Holandesa
R. Dr. Pedrosa, 366 – Centro, Curitiba – PR
(41) 3224-1191
De segunda a sábado das 9h às 20h e domingo das 10h às 19h.